Tranquilidade e segurança
ao seu alcance!
(67) 3306-8828

Get Adobe Flash player

Allianz dá dicas para dirigir com segurança na chuva

Allianz dá dicas para dirigir com segurança na chuva.

Allianz Seguros elaborou uma lista com uma série de dicas de como o motorista pode dirigir com segurança na chuva, evitando possíveis estragos ou danos ao seu veículo, principalmente nestes meses, marcados pelas chuvas fortes. "O número de casos com danos em automóveis, decorrentes de alagamento, triplica na estação de chuvas", comentou o diretor executivo de sinistros da companhia, Laur Diuri.

Levando em consideração os sinistros mais comuns que envolvem carros alagados, a Allianz Seguros fala para os motoristas ficarem atentos antes de sair de casa, à notícias sobre pontos de alagamento; nos dias com chuvas intensas, evitar circular por trechos com histórico de risco de alagamento; se conseguir identificar que a altura da água ultrapassará o centro da roda, não tentar atravessar o alagamento e, lembrar que quando não for possível ver a profundidade, o risco de cair em um buraco, do carro parar ou até mesmo aquaplanar é grande; ao dirigir em trechos alagados, manter a marcha reduzida e baixa velocidade; se o carro apresentar aumento de esforço ao esterçar, anomalias das luzes de injeção eletrônica, bateria e ABS, além de variação na luminosidade do painel, manter a calma, redobrar a atenção e desligar os equipamentos que não forem essenciais; ao apresentar sinais de alagamento, não dar a partida e procurar removê-lo até uma oficina, o que reduz o risco de danificar o motor.


A  Allianz lembra que em veículos que sofrem danos por alagamento é necessário fazer uma revisão completa, ou seja, a verificação de todos componentes eletrônicos e mecânicos, além da troca do óleo e filtros, assim como a limpeza imediata do veículo para não danificar estofamentos e carpete. O veículo pode não apresentar defeito no momento do alagamento, mas o contato da água com componentes eletroeletrônicos pode gerar posterior anomalia, com a oxidação das peças.

.

Seguros em caso de enchentes e vendavais

As últimas fortes chuvas voltaram a castigar a população. Em apenas duas semanas, já choveu o equivalente a 93% do total estimado para o mês inteiro de janeiro em São Paulo.

Segundo o Rubens Nogueira Filho, para reparar os danos a casas e veículos, o mercado de seguros dispõe de apólices que ajudam as pessoas a enfrentar eventuais prejuízos. Os seguros massificados, opções de serviços de baixo custo, oferecem garantias e assistências às famílias expostas a riscos. Os seguros e

assistências residenciais, por exemplo, oferecem, de acordo com a cobertura escolhida, socorro a qualquer momento, indenização em caso de danos por enchentes, vendavais, quedas de raio (incluindo danos elétricos), além de serviços mais específicos, como a locação de outro imóvel para os moradores em caso de inundação da residência.

.

MetLife reforça atuação no Centro-oeste

A MetLife está inaugurando a Regional centro-oeste, divisão de negócios focada na região, juntamente com a abertura da filial de Goiânia. A empresa reforça sua presença local depois de quase dois anos com forte atuação em Brasília com essa regional, que fica responsável pelos estados Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, além das cidades Brasília e Uberlândia; e passa a dar suporte para cerca de 800 corretores no total. "A decisão de intensificar a presença da empresa no centro-oeste leva em consideração o desenvolvimento econômico local e a presença de um forte mercado de corretores", diz o gerente Rildo Sousa, que vem da filial de Belo Horizonte para ser responsável pela divisão e pela filial de Goiânia.

A empresa focará em pequenas e médias empresas locais, além de seguir com o trabalho no segmento corporativo com grandes empresas. Com um potencial de cerca de 60 mil empresas, a MetLife espera expandir o atendimento e fortalecer a marca da companhia nessas áreas.

A região destaca-se por ser um pólo econômico, com grandes oportunidades no segmento de Agribusiness, pela geração de empregos no setor público - decorrente da influência da capital federal - e pelo PIB em franco crescimento. Os estados Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal, juntos, geram 9,28% do PIB total e atualmente encontram-se acima da média brasileira, em termos de renda per capita. "Tenho certeza que vamos desenvolver um excelente trabalho. Há grandes oportunidades nas áreas de seguros de vida, previdência e de planos odontológicos", completa Sousa.

.

Médico deve ter autonomia para definir prazo de retorno à consulta

Uma resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) estabelece que é prerrogativa do médico fixar prazos para o retorno do paciente a uma consulta. A norma determina que cabe ao profissional de saúde indicar livremente os prazos de retorno e que o tempo necessário para avaliação do paciente e de seus exames segue critérios técnicos e médicos, e não administrativos.

Instituições de assistência hospitalar ou ambulatorial, empresas que atuam na saúde suplementar e operadoras de planos de saúde não poderão, portanto, interferir na autonomia do médico e na relação dele com o paciente, nem estabelecer prazo de intervalo entre consultas.

De acordo com a Resolução 1.958, quando houver necessidade do paciente se submeter a exames, o ato médico terá continuidade em um segundo encontro, que deverá ocorrer dentro do prazo fixado pelo profissional de saúde. A resolução determina ainda que, nestes casos, não deve haver cobrança de novos honorários. Entretanto, havendo alterações de sinais ou sintomas que requeiram novos procedimentos médicos, o atendimento será considerado uma nova consulta e deverá ser remunerado.

Segundo o CFM, em casos de doenças que exigem tratamento prolongado, com reavaliações e modificações terapêuticas, as consultas poderão ser cobradas a critério do médico.

.

12º Circuito Seguros Unimed de Tênis recebe inscrições de todo o país

A Seguros Unimed confirma a realização da 12ª edição do Circuito Seguros Unimed de Tênis, que terá início em fevereiro, na cidade de Joinville (SC). As inscrições já estão abertas e devem ser feitas no site da Confederação Brasileira de Tênis (www.cbtenis.com.br.

O evento é um dos mais tradicionais no segmento e reúne jovens tenistas de todo país com até 18 anos. Em 2011, serão disputadas provas em cidades como São José do Rio Preto, Santos e Americana, entre outras localidades a serem definidas. A temporada vai oferecer uma bolsa no valor de R$ 1.500 para os campeões e também uma semana de treinamento fora do Brasil.

Paralelamente ao Circuito, a Seguros Unimed promoverá também o Pro-Am, torneio entre profissionais e amadores que reunirá atletas consagrados do tênis. No ano passado, por exemplo, os campeões Thomaz Koch e Mauro Menezes marcaram presença nas disputas. As inscrições para a 12ª edição do torneio vão até o dia 24 de janeiro.



Rua Amazonas, 297 - Campo Grande - MS
Tel: (67) 3306-8828 / (67) 8401-5366